Melhor método não destrutivo para vistoriar soldas

Você sabia que as juntas soldadas dos equipamentos e estruturas metálicas precisam ser inspecionadas? Sim! E essa inspeção é realizada tanto antes da própria operação de soldagem, quanto depois da soldagem das juntas — esta última sendo de forma periódica para trazer ainda mais segurança e confiabilidade no uso das estruturas.

Há diversas técnicas para essa inspeção, mas hoje resolvemos falar um pouco mais sobre uma em específico por ser um método não destrutivo muito eficiente para identificar possíveis descontinuidades nas juntas soldadas: o ensaio de ultrassom em soldas.

Esse ensaio, de forma simples, consiste em utilizar equipamentos leves munidos de tecnologia de ponta para que seja possível obter resultados gráficos a partir da ultrassonografia e certificar a qualidade de uma solda ou sua durabilidade após algum tempo de utilização.

Esse método de ultrassom pode ser utilizado para verificar tanto soldas desenvolvidas recentemente, quanto soldas com algum tempo de uso, para manutenção, realizando mapeamentos de corrosão e de demais descontinuidades que podem se fazer presentes em uma junta soldada.

Uma das maiores vantagens de utilizar a ultrassonografia nessas inspeções é a agilidade que ela traz para toda a vistoria. Isto porque além de contar com equipamentos de fácil manuseio, esse método é capaz de identificar descontinuidades com informações bastante precisas sobre sua localização, dimensão e tipo.

Por fim, com resultados que saem na mesma hora, esse método não destrutivo não interrompe o funcionamento do equipamento e dispensa o isolamento da área para a sua realização, com laudos completos que facilitam o planejamento de manutenções e reparos no equipamento.

Postagem criada em: 22/04/2022 - 16:49


Sobre a categoria dessa página Soluções: Conheça um pouco mais sobre as soluções oferecidas por empresas de diversos segmentos, qualidade no atendimento e na prestação do serviços.