Saiba evitar problemas na saída de cargas do país

Quando vamos exportar alguma mercadoria, ela deve passar pelo desembaraço aduaneiro de exportação. Até mesmo os produtos que estão sendo reexportados estão sujeitos a esta etapa da exportação tendo em vista que a fase onde todos os dados e documentos são avaliados para a liberação da carga.

O primeiro passo para a realização do desembaraço é o registro da Declaração Única de Exportação, o DU-E, através do Portal Único Siscomex, um sistema disponibilizado pelo governo para reduzir a burocracia que envolve a exportação e importação de mercadorias e cargas.

Prestar muita atenção no envio das documentações e na atualização de dados é fundamental para que você não tenha problemas na exportação das suas mercadorias. Alguns dos documentos essenciais são o Certificado de Origem, o Romaneio de Carga, a Fatura Comercial, o Documento de Transporte e alguns Certificados de Análise.

Entre alguns problemas comuns que impedem a liberação das cargas, podemos destacar a ausência de análise de tratamento administrativo do produto como indeferimento de algum anuente que engloba o Ministério da fazenda, Anvisa, Exército e etc; o não atendimento de alguma obrigação tributária ou de anuentes e a ausência de conferência prévia de toda a documentação.

Mas, se não houver quaisquer problemas, a Receita Federal irá realizar todos os trâmites necessários para o desembaraço, de modo que a liberação dos produtos possa acontecer de maneira facilitada.

Por fim, como esta etapa envolve várias documentações, tributos e, até mesmo, multas, podemos destacar como contar com uma consultoria pode ser o grande diferencial para que você não tenha maiores problemas na exportação dos seus produtos e possa ter as cargas liberadas mais rapidamente.

Postagem criada em: 22/09/2021 - 11:15


Sobre a categoria dessa página Consultoria: Conheça um pouco mais sobre Consultorias oferecidas por empresas de diversos segmentos, qualidade no atendimento e na prestação do serviços.