Componente essencial para troca de calor indireta

Sabemos como os trocadores de calor, como o próprio nome apresenta, são equipamentos projetados especialmente para realizarem a troca ou transferência de calor de um meio para outro, sem que haja contato direto entre eles para assegurar a sua alta qualidade.

Sua formação é simples, eles contam com um sistema de serpentinas que contém um gás refrigerante onde essa serpentina é a responsável por separar fisicamente o ar presente no ambiente e o fluido, impedindo que se misturem e assegurando uma troca muito eficiente de calor.

Mas, para que eles realmente não tenham nenhum contato, é necessário que este sistema conte com um componente muito específico: as placas para trocadores de calor. De maneira simples e geral, essas placas nada mais são que uma série de pratos paralelos que são colocados um sobre o outro para permitir a formação de canais de fluido.

Essas placas possuem duas passagens, uma para o fluido frio e outra para o quente que circulam em sentidos opostos. Com elas, os fluidos podem ficar isolados em um dos lados do canal para que não haja sua mistura.

Um grande exemplo é quando um fluido quente passa por um dos canais e fica restrito a um dos lados da placa enquanto o fluido frio passa pelo outro canal, ficando restrito ao lado oposto, sendo possível, assim, a troca térmica indireta.

Sem essa placa, a transferência indireta de energia térmica fica comprometida e pode haver prejuízos na rotina de produção. Portanto, no momento da sua aquisição, preste muita atenção a este componente e garanta uma troca de calor indireta muito mais eficiente!

Postagem criada em: 03/02/2022 - 10:07


Sobre a categoria dessa página Fabricantes: Conheça um pouco mais sobre os produtos oferecidos por fabricantes. Qualidade no atendimento e na prestação dos serviços, confira aqui.